Desperdício de água em condomínios empresariais

Não é apenas em momentos de crise hídrica que os condomínios precisam se preocupar com desperdício. Cuidar para que o consumo de água seja consciente é uma tarefa para todos os dias.



O primeiro passo para reduzir o desperdício é fazer uma avaliação completa de todo o edifício para identificar qualquer tipo de vazamento. Tubulações, caixas acopladas e pontos de saída de água precisam ser verificadas tanto em áreas comuns quanto em cada unidade para garantir que não há nenhum vazamento. É uma manutenção que precisa ser feita regularmente, especialmente em edifícios mais antigos.


Terceirização


Uma alternativa é contratar uma empresa especializada nesse tipo de serviço. Esses profissionais são capazes de fazer esse mapeamento de maneira rápida e precisa. Além de cuidar dos reparos, eles podem instalar dispositivos tecnológicos que reduzem o gasto desnecessário, como temporizadores e redutores de pressão.

Reduzir o consumo é um processo que passa por campanhas de conscientização dos condôminos. Avisos distribuídos em pontos estratégicos de grande circulação ou em locais onde o consumo é maior, como copas e banheiros, ajudam a alertar para o desperdício. Vale também fazer campanhas com os funcionários, orientando boas práticas e diminuindo o uso de mangueiras, por exemplo.


Outra solução é individualizar os hidrômetros.


Em condomínios mais antigos é comum que a conta de água seja uma só, dividida igualmente. Os gastos, às vezes, podem gerar atritos entre os condôminos. Com os hidrômetros individuais, cada um tem os dados de seu próprio consumo e são responsáveis por ele.

Para quem deseja fazer um investimento maior, a opção é reutilizar a água. Uma maneira é captar a água da chuva para utilização em fins não potáveis. Cisternas verticais não são tão caras e são bastante eficientes. Há ainda a possibilidade de instalar Estações de Tratamento de Efluentes, as ETEs, que tratam a água já utilizada, como esgoto e as chamadas águas cinzas, de máquinas de lavar roupa e do banho, e a devolve para fins como a limpeza de áreas comuns e a irrigação de jardins.