Como serão os escritórios do futuro?


Os impactos causados pela pandemia ainda vão ser sentidos e estudados por bastante tempo. Mas uma coisa que já está clara é como ela acelerou processos de modernização e digitalização que poderiam demorar muito mais de outra maneira. E isso acontece em todos os setores, do agronegócio à construção civil.


Com os escritórios não é diferente. A adoção de tecnologias vem acontecendo rapidamente com foco não apenas nas comodidades de todos que usam os condomínios no dia a dia, mas na garantia da segurança e da saúde das pessoas.

Algumas das mudanças devem ser imediatas e de efeito bastante prático.


Uma das principais é o uso de aplicativos para controlar a entrada e saída de funcionários e prestadores de serviço. Em vez do lento processo de passar por uma recepção, fazer foto e apresentar o documento, tudo será feito via celular. Na hora de entrar no condomínio basta ler um QR code e o acesso será liberado. Será ainda mais fácil manter um controle sobre horários de entrada e saída e também organizar escalas, por exemplo, para evitar aglomerações em horários específicos. Essa tecnologia já existe e é colocada em prática em áreas comerciais das grandes cidades brasileiras.

Aplicativos também poderão ser usados para resolver aspectos cotidianos dos escritórios. Um exemplo é a reserva de salas de reunião. As funcionalidades que podem passar para o controle direto dos colaboradores, no entanto, é grande: regular a temperatura das salas, abrir e fechar persianas eletrônicas ou até pedir para que o cafezinho seja servido em momentos específicos.

Saúde e o bem-estar


Haverá também uma preocupação grande com a saúde e o bem-estar de todos os funcionários. As medidas com que a população já se acostumou nos últimos meses, como o uso de máscaras e o cuidado de sempre ter um frasco de álcool em gel à mão, devem continuar. Mas não será só isso. Em um momento em que ainda pairam incertezas, o papel dos gestores e dos responsáveis pela organização envolverá um olhar apurado para o conforto de todos.


Outras mudanças envolvem intervenções mais profundas nos escritórios.

Alguns condomínios já pensam em sistemas de filtração para o ar condicionado central, uma questão importante até que a situação da pandemia esteja totalmente solucionada. Mudanças também podem ser feitas na disposição das mesas e na organização dos espaços, facilitando o distanciamento, mas garantindo que os colaboradores possam trabalhar nos escritórios com segurança e com toda a infraestrutura disponível.

Tecnologia


O uso da tecnologia, aliado às alterações nos espaços físicos, vai gerar um conhecimento mais profundo sobre a dinâmica de cada escritório.


Será possível entender quais os dias mais movimentados, quando as salas de reunião são mais demandadas, quais espaços são mais ocupados e quais estão ociosos. O futuro dos escritórios pode não parecer saído de um filme de ficção científica, mas com certeza será mais produtivo e mais inteligente.




#innova