Dividindo Experiências - Mercado de Property Espírito Santo

A pandemia trouxe a necessidade de buscarmos mais segurança, conforto e conveniência. Por conta dessa demanda, o mercado imobiliário no Espírito Santo segue aquecido mesmo diante da crise sanitária. É o que apontam dados de especialistas no segmento, como a Associação de Dirigentes das Empresas do Mercado Imobiliário do Espírito Santo (Ademi-ES).

Com isso, houve uma procura crescente por empreendimentos de padrão diferenciado, com localização privilegiada, bons serviços no entorno e acabamento cuidadoso. E isso vale tanto para condomínios residenciais quanto comerciais. "As pessoas querem se sentir bem diante do caos social que estamos vivendo", diz Sara Correa, gerente predial no Ed. Greenwich Tower, em Vitória.

Ainda no segmento de imóveis residenciais, há uma demanda grande por refúgios em casas de campo ou no litoral. "Foi uma mudança nacional. No Espírito Santo esse movimento foi visto tanto na Grande Vitória quanto nas regiões de montanhas", disse Sara.

Mas as mudanças no perfil de comportamento dos consumidores não são as únicas razões para o aquecimento do segmento no Estado. De acordo com dados apresentados por pesquisas de mercado, a pouca rentabilidade de investimentos mais tradicionais em renda fixa e a alta volatilidade do mercado de capitais favorecem o setor imobiliário.


Sara Correa aponta ainda que de acordo com o presidente em exercício do Conselho Regional de Corretores de Imóveis da 13ª Região/ES (CRECI/ES) a alta procura por novos imóveis faz com que o setor de vendas apresente grande potencial no mercado de trabalho futuro.