Dividindo Experiências - Custo condominial

Em tempos de volatilidade do mercado de ações, o setor imobiliário oferece um cenário bastante atrativo. São vários os fatores que têm despertado a atenção de investidores: a queda na taxa básica de juros a níveis históricos, a maior segurança do setor e as ferramentas tecnológicas a favor de quem está em busca de comparação de preços na hora de financiar ou alugar um imóvel.


Nesse contexto, a administradora tem um papel fundamental em atribuir um preço justo no chamado custo condominial, parâmetro importante na tomada de decisão de quem está em busca de locação. É o que aponta o gerente operacional da INNOVA Thiago Izaac Fernandes.


Ele afirma que esse valor é determinado por uma conjunção de elementos. E o condomínio pode apresentar diversas oportunidades para redução nos custos. "Hoje temos excelentes alternativas para otimizar a utilização de energia elétrica, água e esgoto", diz. A negociação de contratos com prestadores de serviço ou a redução no escopo, como a mudança no formato de alocação de colaboradores, também podem ter um peso nesse custo.


"Enxergar na operação as oportunidades para redução dos custos e contar com a parceria dos prestadores de serviços, mantendo a funcionalidade e os aspectos técnicos em conformidade, são os desafios da administração na busca por sempre atender aos objetivos do cliente", diz Thiago.


INNOV.SE com a gente!